Lilypie 1st Birthday Ticker
Quinta-feira, 18 de Janeiro de 2007

a sara pergunta

Mas o que é que te dói concretamente?
Eu que estou de 24 semanas o que me custa é o trabalho em casa, porque já fico um bocado cansada e então estar de pé, fazer cama, cozinhar, etc, já se torna um tormento, mas quero adiar a ida para casa para o mais tarde que puder.


Pois sara, digamos que estamos exactamente ao contrário. O trabalho de casa já é bastante cansativo (e às vezes também se torna um tormento), mas se passo o dia a cozinhar, a lavar e estender roupa, etc acho perfeitamente normal ter algumas dores ao final do dia ou mesmo durante o dia (afinal estamos a fazer trabalho físico e a exigir um bocado de nós). Não é isso que me incomoda.

Tenho imensas dores de estar sentada à secretária com o computador à minha frente, durante todo o dia. As dores começam logo de manhã e vão aumentando de intensidade. Quando me levanto para ir à casa de banho ou dar uns passeios à hora de almoço, não sinto dores. Mas assim que me volto a sentar à secretária elas voltam como se nunca tivessem desaparecido.
Há dias melhores, outros piores. Nos melhores as dores só se tornam insuportáveis depois de almoço.

Há uns tempos atrás (ainda antes da infecção nos rins) comecei a trabalhar alguns dias a partir de casa. Era óptimo, em casa era raro ter dores e trabalhava muito bem. No entanto agora, apesar dos dias em casa serem melhores* que os no escritório, tenho à mesma imensas dores se estiver sentada à secretária em frente ao computador.

E sim eu tento manter a melhor posição possível, elevar os pés em cima de uma caixote e uso uma almofada de apoio lombar. Quem como eu tem dores nas costas desde as 5 semanas já experimentou de tudo. E não, também não vale a pena tomar uns benurons porque é o tipo de dores que só passa com anti-inflamatórios.


*e é óbvio que são melhores porque em casa fico uma hora ao computador e levanto-me e vou pôr a louça na máquina, mais uma hora ao computador e aproveito para ir dar um passeio. Depois se calhar levo o computador para o sofá e fico numa posição diferente. Isto não é possível no escritório.


(repostado dos comentários porque achei que deveria ficar aqui)
publicado por Claudia Borralho às 14:45

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Quarta-feira, 17 de Janeiro de 2007

Dividida

Entre querer pedir à médica para ficar já em casa* ou ir-me aguentando mais umas semanas. A verdade é que não trabalho grande coisa. O aguentar as dores não me deixa grande espaço para me concentrar.
E depois vem aquela coisa de ter muito que fazer, muito que preparar.

Quando leio as queixas das outras grávidas acho muito bem que vão para casa. Que fiquem bem. Não existe esta coisa de achar que é muito cedo. Mas calhando-me a mim sinto-me na obrigação de ir aguentando (apesar de saber que já não faço grande coisa).


* Já a estou a imaginar: Mas ainda é tão cedo! Tem que ir aguentando.
publicado por Claudia Borralho às 17:06

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Segunda-feira, 15 de Janeiro de 2007

hoje

Completamos 6 meses e a contagem final já só conta com dois dígitos. Faltam 99 dias.
publicado por Claudia Borralho às 10:44

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

o ninho

Sinto-me com muito mais energia que há uns tempos atrás, principalmente quando comparado com o primeiro trimestre. E é esta energia que me faz ir aguentando as dores. Vá mais uma semana, acho que aguento até fevereiro...
A verdade é que já só me apetece ficar em casa. A tirar as etiquetas das roupinhas. Lavá-las, prepará-las. Começar a fazer a mala. Comprar tudo o que ainda falta.
Por um lado parece-me muito cedo, por outro vivo cheia de medo de não conseguir fazer tudo a tempo.
Medo de mais umas semanas e já não me conseguir mexer, medo que algo aconteça ao pituxo, que nasça prematuro.
Ontem fomos com a minha mãe comprar o berço, prenda da avó. Não ficamos muito tempo, nem a uma hora chegou e eu já não aguentava as dores nas costas. Só me queria vir embora.
Se é assim agora como é que vai ser daqui a um mês? Ou daqui a dois? E eu sempre com esta vontade de tudo estar no sítio, tudo arranjadinho, tudo preparado. Já ando a fazer o ninho.

PS. E à volta da barriga contam-se agora 96cm. Diz a minha mãe que está tão grande como ela teve no fim do tempo. Que vai sair daqui um grande rapagão.
publicado por Claudia Borralho às 10:25

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

.subscrever feeds

.o nosso bebé

Gabriel - 25 / 4 / 2007
Nasceu a 25 de Abril de 2007 às 40 semanas e 2 dias com 3450gr e 50cm com Apgar 10 logo ao 1º minuto! :D

.coisas da mãe

. Fiz eu!

. Ilha das Maçãs

.babies around us

Rafael - 06 / 04 / 2001
João Miguel - 09 / 07 / 2003
Marta & Beatriz - 13 / 04 / 2005
Bé (Beatriz) - 22 / 05 / 2005
Vasco - 21 / 08 / 2005
Gustavo - 18 / 11 / 2005
Matilde - 16 / 01 / 2006
André - 28 / 04 / 2006
João - 20 / 02 / 2007
Maria Leonor - 12 / 09 / 2007
Bernardo - 12 / 10 / 2007
Leonor - 2 / 12 / 2007
Rita - 6 / 12 / 2007

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

.pesquisar