Lilypie 1st Birthday Ticker
Segunda-feira, 15 de Outubro de 2007

cá em casa é uma sinfonia

O puto a dormir e a tossir no quarto dele*, eu no quarto ao lado a tossir.

*Já lá dorme muito bem desde o dia 5.


Hoje voltei ao trabalho. Custa-me esticar o cordão umbilical desta forma. Não tenho problema nenhum em ter o bebé na creche, mas ele estando no montijo e eu em lisboa, parece tão longe e custa-me.
Também me custa que o pai vá passear com ele e eu não saiba precisamente onde estão. Aguento-me no máximo 1 hora e depois ligo ao pai a perguntar onde estão e a dizer que venham para casa.
O bebé está a dormir e eu devia ir à arrecadação buscar a carnicha pró jantar e almoço. Devia mas não vou. O bebé está a dormir e não consigo deixá-lo sozinho. Mesmo que seja só para ir à arrecadação.

A pneumonia já lhe começo a ver o rabinho entre as pernas, pira-te que não deixas saudades nenhumas. Do período também não tinha saudades, veio par a par com a pneumonia.
publicado por Claudia Borralho às 20:51

link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
|
Quarta-feira, 2 de Agosto de 2006

the "28-day" myth

If you're like most women, you've probably been taught that a woman's cycle is 28 days and she ovulates on day 14. Actually, this is a myth. These are only statistical averages, and length of cycle and day of ovulation vary widely among women. It even varies for each woman!

A typical cycle, which begins with menstruation, is 25-36 days with ovulation typically occurring between days 12-18. However, it may not be that way for you! And even if your cycles are regularly the same length, you may not ovulate on the same day every cycle. The only way to determine when you have ovulated is to track your fertility signs by recording basal (waking) body temperature and/or gauging the changes in the quality of your cervical fluid, since it becomes more fertile (hospitable to sperm) nearer ovulation. Ovulation predictor urine tests can also help determine when you will ovulate. Generally, you are fertile up to 5 days before ovulation, since sperm can generally live in a woman's body for up to 5 days in fertile cervical fluid, and a couple days after the day of ovulation, because an egg can live up to 24 hours, and occasionally a second egg is released within 24 hours of the first.

When a cycle varies in length, it is the time between menstruation and ovulation that varies. Less variable in length is the luteal phase, or the time between ovulation and the end of your cycle (the last day before your next period). The luteal phase typically lasts between 10 and 16 days, but it will not usually vary more than 1 or 2 days for each woman. So if, for example, your luteal phase is 11 days, it will usually always be 10-12 days. The luteal phase provides time for a fertilized egg, or embryo, to travel to the uterus to implant. The typical embryo implants 6-12 days after ovulation. Your body produces the hormone hCG when the embryo implants. hCG is the hormone detected by pregnancy tests. If no embryo implants, the uterine lining is shed, beginning the next cycle.

in peeonastick.com
publicado por Claudia Borralho às 10:35

link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 30 de Junho de 2006

Changes in Cervical Mucus during the Fertility Cicle

Pre-ovulatory relatively infertile phase

Following the menstrual period there may be several dry days.

These days may be absent in short cycles and numerous in long cycles.

A feeling of dryness or a positive sensation of nothingness at the vulva will be experienced. There will be no visible mucus.


The fertile phase

As the oestrogen levels rise, cervical mucus will be felt at the vulva.

At first it will give a sensation of moistness or stickiness and will appear in scant amounts - white or creamy-coloured.

On finger testing the mucus will hold its shape and break easily.

* The mucus goes through a transitional phase where increasing amounts of cloudy mucus secretion may be observed.

It may be slightly stretchy on finger testing producing a wetter sensation at the vulva.

* As the oestrogen levels continue to rise with approaching ovulation, the mucus will become more profuse, and there may be up to a tenfold increase in volume.

It will give a sensation of lubrication or slipperiness at the vulva.

The appearance will be similar to that of raw egg white, thin, watery and transparent.

On finger-testing this highly fertile mucus may stretch for several inches before it breaks.

* Fertile mucus maintains the life of sperm, nourishes it and allows it to pass freely through the cervix.

In fertile mucus, sperm may live for up to three days, in rare circumstances for five days or even longer.


Peak day

Peak day denotes the LAST day on which this highly fertile-type slippery, transparent, stretchy mucus is either seen or felt.


Post-ovulatory completely infertile phase

During the post-ovulatory phase, following peak day the slippery sensation is lost and there will be a relatively abrupt return to stickiness or dryness again.

This subjective symptom reflects the presence of progesterone, which thickens the mucus again forming a plug at the cervix acting as an impenetrable barrier to sperm.

* The amount and quality of mucus will vary from woman to woman and also from one cycle to the next.

* A woman should be alert to any changes in sensation and to even relatively small amounts of mucus.

* If a woman is finding difficulty detecting mucus externally, it is often recognised more easily after exercise or a bowel movement.

* It may also help to use the Kegel exercise or a slight bearing down action to expel any mucus.


in Fertility UK
publicado por Claudia Borralho às 10:58

link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 6 de Janeiro de 2006

:(

Começo a ficar preocupada.

O que li sobre pequenas perdas de sangue a meio do ciclo é tudo indicativo de que se trata de uma situação normal, mas depois li isto Spotting does NOT define the first day of menstruation. The first day of menstruation should always be the first day of actual bleeding. e fiquei muito preocupada.

Acho que quando falei disto à minha médica já há bastante tempo atrás sou capaz de não me ter explicado bem quando lhe disse "agora ao princípio vem muito poucochinho", e de isto ser afinal uma situação que requere mais atenção.

Estou preocupada comigo, com a minha saúde, a minha fertilidade e a minha capacidade para vir a ser mãe.
publicado por Claudia Borralho às 15:00

link do post | comentar | favorito
|

sangue a meio do ciclo

Há cerca de mês e meio relatei o facto de ter tido um dia um corrimento acastanhado não relacionado com o período.
Neste ciclo estou a deparar-me novamente com o que para mim não é normal.
Tenho uma tendência para desenvolver facilmente a bactéria da candida. Basicamente tenho-a sempre presente e ela aproveita a mínima hípotese para se desenvolver activamente.
Ultimamente algumas noites são cheias de comichões e ontem (depois de uma noite extremamente comichosa) reparei na toalha do banho umas manchas de sangue. Muito poucochinho, mas levemente preocupante. Durante o dia o corrimento pareceu-me ser o equivalente ao de uma infecção de candida...
Hoje também notei uma pinguita na toalha, pelo sim, pelo não, resolvi marcar logo uma consulta para a minha ginecologista. E à hora de almoço reparei que estou com o corrimento castanho. :(

Tip: Mid-Cycle Spotting
Some woman may spot a tiny bit of blood during ovulation. This is normal and occurs when the egg pops out of the ovary. If the bleeding continues for more than a day - seek the advice of your doctor.

Spotting that occurs in the middle of your cycle or spotting that occurs some ten to fourteen days prior to the start of the next cycle is normal too. This spotting may occur during ovulation. Seeing a spot of blood during ovulation is considered an excellent fertility sign. It is thought that mid-cycle spotting occurs for one of two reasons. First reason is possibly that when the egg bursts through the follicle, a little bleeding may occur. This blood will then make its way out and show up as ?spotting?. Or, during ovulation, the level of estrogens rise, and this sometimes prompts the uterus to shed a bit of lining, which shows up in the form of ?spotting.?
http://www.beyondfertility.com/art238.htm
publicado por Claudia Borralho às 14:35

link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 28 de Novembro de 2005

e ao 1º dia do ciclo (26/11)...

... como um relógio, o período lá apareceu. Nem podia ser de outra maneira, resta aquele dia estranho com um corrimento fora do normal.
publicado por Claudia Borralho às 15:51

link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 25 de Novembro de 2005

antes que me esqueça

No dia 22 do ciclo deste mês (na noite de 16 para 17 de novembro) tive um pequeno corrimento castanho como se o período estivesse a chegar nos dias seguintes. Achei que era um ciclo muito curto mas não liguei muito. Entretanto chegamos ao dia 30 do ciclo e período nem vê-lo... Duvido muito que esteja grávida, até porque não houve grande possibilidade para tal, mas preocupa-me estes ciclos descontrolados com atrasos e corrimentos a meio do ciclo. Anyway, atrasado ele ainda não está, é esperar para ver.
publicado por Claudia Borralho às 14:16

link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 20 de Setembro de 2005

data de concepção? lol isso só os pais é que sabem :)

Quando comecei a ir ao ginecologista alterei por completo a minha forma de tomar nota dos meus períodos. Antes tomava nota de todos os dias, e colocava um "P" vermelho em cada dia da agenda. Depois reparei que para o ginecologista o que interessava era somente o primeiro dia que tive o período. Nem sequer lhe interessava quantos dias eram, ou se no dia anterior da consulta tinha ainda estado com o período. Importante é o primeiro dia.
Eu sempre fui muito regular, vou ao calendário, conto os dias e quase que até acerto na hora a que me vou levantar para pôr o penso. Costumava ser assim: dois ou três dias de grande fluxo e depois mais dois de mijinhas, depois contava 25/26 dias para o próximo. Done, siga.
Com o tomar da pílula tudo mudou. Não cheguei a tomar a pílula durante muito tempo, acho que nem sequer chegou a um ano e mesmo assim experimentei duas diferentes.
Os meses que tomei a pílula foram dos piores meses da minha vida. Primeiro desregulou-me um bocado o ciclo (estranho não?), todos os meses a chegada do dito ia atrasando mais um dia. Sem chegar a perfazer um ano de pílula cheguei a ver que ia voltar a tomá-la sem o período chegar a vir... Depois foram as flutuações hormonais, engordei imenso e tinha alterações de humor e momentos de depressão extremamente drásticos. Um dia decidi deixar de tomar.
Continuei certinha, mas ainda hoje, vários anos depois de deixar a pílula, os meus períodos não têm nada a ver com o que eram (e a bela clara de ovo que tinha abundantemente antes de tomar a pílula só agora começa a dar uns ares de sua graça).
Agora os meus períodos não são os belos dos 5 diazitos no mês... agora são mais tipo os 10/15 dias do mês.
Começa devagar e é capaz de andar uma semana só a vir às mijinhas. Depois veêm os tais 2 ou 3 dias de grande fluxo, e depois mais uns 3 a 5 de mijinhas outra vez.
Eu considero o meu primeiro dia de período aquele em que começa a vir a sério. A partir desse dia conto 28 dias, que é quando volto a ter os primeiros dias de mijinhas outra vez.
Acontece que quando falei com a minha ginecologista sobre o facto dos meus períodos agora começarem pelas mijinhas, o que ela disse foi que não fazia mal... período é período. Mas quando for a altura de engravidar a data chave para quaisquer cálculos é o primeiro dia de período.
Esta será, provavelmente, mais uma questão a resolver com a minha médica na próxima consulta, é que se antes era só uma questão do período começar com mijinhas, para mim começa a ser desconfortável tê-lo durante tanto tempo.

Chegamos finalmente ao assunto do título :) O cálculo para a data do parto é feita a partir da data do primeiro dia do último período. Agora é que a coisa se complica, as mulheres têm ciclos diferentes, todos perfeitamente normais. E depois ainda há aquelas com ciclos irregulares.
No entanto os médicos já têm métodos eficazes para determinar o tempo de gestação de um feto. Ao fazerem a ecografia dizem logo o tempo que tem o feto e assim podem determinar com mais exactidão a altura do parto (é por isto que há por aí muitas futuras mamãs em que a barrinha lhes diz uma data de gestação e o médico diz outra ligeiramente diferente).
Claro que depois a criança também pode decidir por ela mesma quando quer sair :) Mas isso já é outra estória!
publicado por Claudia Borralho às 10:07

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Nos entretantos...

...um colega meu deu-me a notícia não oficial de que suspeitava que iria ser pai novamente. O filho dele andava a pedir um mana há algum tempo, com o nome Margarida. Quando ele e a mulher se decidiram a tentar finalmente, coincidiu com as férias deles em Barcelona. Claro que um outro colega meu disse-lhe logo: "Se calhar já vem de lá a hablar..."

Fazendo as contas: A mulher dele tem ciclos irregulares, pelo que ainda não será certo, mas já vai com um mês e meio de atraso. Num ciclo normal de 28 dias, qual seria a data de concepção?
publicado por celta às 08:55

link do post | comentar | favorito
|

.subscrever feeds

.o nosso bebé

Gabriel - 25 / 4 / 2007
Nasceu a 25 de Abril de 2007 às 40 semanas e 2 dias com 3450gr e 50cm com Apgar 10 logo ao 1º minuto! :D

.coisas da mãe

. Fiz eu!

. Ilha das Maçãs

.babies around us

Rafael - 06 / 04 / 2001
João Miguel - 09 / 07 / 2003
Marta & Beatriz - 13 / 04 / 2005
Bé (Beatriz) - 22 / 05 / 2005
Vasco - 21 / 08 / 2005
Gustavo - 18 / 11 / 2005
Matilde - 16 / 01 / 2006
André - 28 / 04 / 2006
João - 20 / 02 / 2007
Maria Leonor - 12 / 09 / 2007
Bernardo - 12 / 10 / 2007
Leonor - 2 / 12 / 2007
Rita - 6 / 12 / 2007

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

.pesquisar