Lilypie 1st Birthday Ticker
Segunda-feira, 31 de Dezembro de 2007

8 meses de Gabriel

Dás dois ou três gatinhanços e depois escorregas e arrastas-te a alta velocidade.
Vais para todo lado e já é costume ver uma cabecita a espreitar à porta da casa de banho quando estou a preparar a tua banhoca.
Os brinquedos favoritos são os copinhos de empilhar, o wiggly wiggly, a bola verde e o comando da chicco. Tu próprio vais buscá-los sozinho ao cesto dos brinquedos.
Estás viciadissimo na chucha. Quando ta mostramos atiras-te logo para a frente de boca aberta para a receber, mas preferimos dar-ta para a mão e dizer "põe tu!" e tu pões :)
Às vezes acordas de noite à procura da chucha, quando não a encontras sozinho vou dar contigo a chorar e de gatas na cama.

Comes as sopas todas bem desde que sejam doces e como tal já experimentaste batata doce e tudo :) e voltei a colocar-te umas colheres de papa na sopa ou na fruta porque estamos na engorda do peru!
É verdade bichinho fomos à pediatra e tu estás um verdadeiro peso leve, manténs os percentis de altura e perimetro cefálico mas o teu peso até já desapareceu da tabela. Por isso estamos em dieta de engorda e é papas para que vos quero. Até me disse para deixar de te dar iogurte e só dar papa, mas eu vou dar-te o iogurte com papa, até porque tu gostas muito dele.
Na creche é que já não comes iogurte e as ordens são para lanchares papa grossa!
Comida nova agora só aos 9 meses.

Adoras os gatos, mas eles fogem cada vez mais de ti :) São hiper cuidadosos contigo e quando vêm as tuas mãos a chegarem-se para os agarrar dão sempre uns três passos atrás para a distância de segurança.

Andas muito sabidão e pedes colo sempre que te apetece e a quem tu sabes que te dá colinho, ao pai estás sempre a pedir, à mãe é só quando tens soninho ;) e agora fazes uns sorrisos de parar o trânsito quando me vês entrar no berçário e vens logo a arrastar-te na minha direcção a alta velocidade!

Gostas muito da escolinha, um dos dias que estivemos de férias passamos por lá e tu adoraste ver as auxiliares todas e a tua educadora e apesar de teres estado uns quantos dias em casa não és como os outros meninos que choram o dia todo, tu estás feliz da vida na escolinha :)

publicado por Claudia Borralho às 14:40

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Quarta-feira, 19 de Dezembro de 2007

hoje

Quando o fui buscar à creche fez-me um grande sorriso (geralmente não me liga nenhuma) e depois veio a arrastar-se em alta velocidade para mim :D
sinto-me:
publicado por Claudia Borralho às 21:47

link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2007

A tua primeira festa de natal

Tenho uma confissão a fazer. Nunca me custou deixar o bebé na creche, nem me custa deixá-lo com uma avó ou com o pai enquanto vou fazer umas compras, ou assim.
Mas custa-me horrores não saber exactamente onde ele está.
Ou seja, eu tenho sempre de saber onde ele está. Saber que está ali e eu o posso lá ir buscar.
Já aconteceu o pai ir passear com o bebé e passado uma hora eu ligo a pedir que venham para casa. Não aguento muito tempo sem saber exactamente onde está.

Ora, à parte a questão de ovinhos e cadeirinhas, no dia da festa eu não sabia onde ele estava. Não sabia se ainda estava na creche, não sabia se vinha a caminho do teatro, não sabia se já estava no teatro. Não sabia onde no teatro ele estava.
Estive a remoer-me até aquilo começar de uma vez. E ainda por cima, começou atrasado.

Por fim lá abriram a cortina e eu procurei por ele. Pânico momentâneo outra vez. Não o encontrava!

Mas ele lá estava. Tinham-lhe pespegado com uma porra de um laçarote gigante na cabeça (os outros miúdos também tinham) mas o dele, não fosse ele a peste que é, estava já todo caído para a frente a tapar-lhe a cara.
Estava num berreiro claro. Foi lá alguém pôr-lhe o laçarote como deve ser, ele como linda peste que é arrancou aquilo tudo! :D E fizeste muito bem filhote!

Enfim... o meu sempre em berreiro, só parou quando mo entregaram (é a hora de dormir dele, estavam à espera do quê?), mas outros bebés muito animados, até dançaram :)

Depois fomos num corridinho para casa, adormeceste e já só acordaste para comer lá pras 22h*.


*Agora é assim, está tão cansado depois da creche que adormece ainda no caminho para casa e assim se mantém até a fome apertar e ele acordar. O que faz com que muitas vezes não jante a sopa nem tome banho. Mas, sinceramente, eu quero é que ele durma.
publicado por Claudia Borralho às 15:13

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Quinta-feira, 6 de Dezembro de 2007

apertadinho, apertadinho

Hoje é a festa de natal na escolinha do puto. A festinha não é lá, é num teatro da cidade.
Serão transportados para lá, assim mais ou menos daqui por uma hora.

Auxiliares e educadoras já não me podem ouvir a perguntar e têm ovinho para todos? De certeza que têm ovinho? Não é cadeira, é ovinho.

... apertadinho, apertadinho, só descanso quando o agarrar depois da actuação.
publicado por Claudia Borralho às 14:59

link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Sexta-feira, 23 de Novembro de 2007

gatinhar sem gatas

Ontem ao chegar à creche dizem-me assim: "Temos novidades!! :D Já gatinha!"
Eu: "Já gatinha? Mas de gatas mesmo?"
Creche: "Não. Gatinha de rabo. Está sentado e vai avançando aos pulinhos."
Eu: "Ahhh mas isso já ele faz em casa!!!"

Hehe eu devo ser das únicas mães que ali anda que nunca se espanta com o que o puto faz, até agora os desenvolvimentos têm sido todos em casa e eu é que levo as novidades para a creche.

À noite contei a história ao pai... "Atão mas ele tá farto de fazer isso!!!"
Hehe e o pai também nunca perde pitada!!!! E até a avó já o tinha visto treinar isto!
publicado por Claudia Borralho às 10:03

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sexta-feira, 16 de Novembro de 2007

um reguila de primeira

Quando nos perguntam como se está a dar o bebé na creche, tanto eu como o pai respondemos sempre que é o melhor da turma :)
A verdade verdadinha é que o puto, apesar de ser dos mais novinhos, que ainda nem anda nem gatinha, é dos maiores reguilas que lá anda.
As queixas são diárias: puxa-me os cabelos e agarra-me o nariz! tá sempre a tirar as meias!, é uma aventura trocar-lhe a fralda!

Eu só me rio... quando começar a gatinhar* e a andar é que eu quero ver como é :) ui ui


*já está a treinar-se nos gatinhanços, fica muito frustrado de ainda não conseguir e lá vêm os gritinhos, mas de vez em quando lá está ele meio de gatas a tentar avançar, hehe, é uma delícia vê-lo, ouvi-lo é que nem por isso LOL
publicado por Claudia Borralho às 09:44

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Segunda-feira, 29 de Outubro de 2007

6 meses de gabriel

É inacreditável como já passaram 6 meses. Meio ano, pá!

São tantas coisas para registar que nem sei bem por onde começar. Começamos pelos números então.
Medes agora 66cm e já pesas 6,700Kg. Como diz a pediatra, da forma como te mexes vais sempre ser um bebé magrinho.
Todos os dias os comentários que vêm da creche são que te mexes muito, nem para trocar a fralda estás sossegado. Num segundo já te viraste de barriga, tens tanta força que a puxar pelo boneco da música quase te levantas. E é quase impossível tirar-te uma foto que não esteja tremida ou desfocada.

Cada vez detestas mais a sopa... é um martírio ao fim de semana. A mãe tem sempre uma sopa nova e tu não gostas nada. Choras, berras, cerras a boca, e a mãe idem ;) Este mês vais experimentar ainda mais coisas novas, abóbora, agrião, alho francês, feijão verde, frango, peru, vitela e papas com gluten. Nem quero imaginar quando chegarmos aos 7 meses e tu passares a comer duas sopas por dia.

Este fim de semana trocamos a cenoura pela abóbora e o borrego pelo frango, manteve-se a alface, a batata e a cebola. Foi um berreiro descomunal, sopa por todo lado. Sopa no chão (o gato vai lá e lambe), sopa no gabriel, sopa na mãe, sopa no pai, sopa na cadeira e sopa no cortinado!
Com a mudança da hora então foi ainda pior, a mãe a tentar convencer-te a abrir a boca quando tu só querias dormir.

A papa continuas a gostar muito, até já lhe misturei a tua fruta e tu gostaste na mesma. À tarde vens tão cansado da creche que chegas a adormecer enquanto comes a papa. Completamente KO.

Depois do jantar, tomas banho. Agora já tomas banho sempre sentado e com os teus brinquedos :) De vez em quando estás prai virado e chapinhas aquilo tudo, o que vale é que a mãe é inteligente e dá-te o banho posicionada atrás de ti... porque senão precisava dum impermeável.

Depois da banhoca ficas logo muito impaciente, tem de ser vestir e pôr cremes em contra-relógio. A mãe deita-te e tu adormeces em três tempos. Já dormes no teu quarto e adormeces quase sempre sózinho. Dormes a noite toda, toda, toda até ao dia seguinte - 12h de seguida.

Nunca te apetece o leite a meio da noite, nem o do pequeno-almoço. É uma chatice puto, porque tu precisas beber o leite! Às vezes lá vai enganado ou com a ajuda da papa e bebe uma quantidadezita considerável, mas geralmente fica-se no máximo pelos 70ml.
O leite do lanche bebes muito bem na creche, passamos agora para os 240ml, mas em casa ficas geralmente pelos 170ml.

Tentas agarrar tudo o que passa no teu raio de alcance e visão. Estendes os braços e agarras. E já te sentas :) Ainda tombas sempre que te distrais com qualquer coisa para agarrar, mas de cada vez aguentas mais tempo. Claro que ficar sentado é um bocadinho incompatível com o teu nível de irrequieto ;)

Continuas hiper simpático. Toda a gente se ri para ti e derrete à tua volta. Ris-te para toda a gente :) As gargalhadas é que não são fáceis, és simpático mas um público exigente, mas com muita maluquice a mãe lá vai tendo a sua dose diária de gargalhadas.

A maior sessão de gargalhadas foi totalmente inesperada, aproveitei ainda estares calminho para te ler um livro e mostrar-te os desenhos ao deitar. Foi o "Adivinha quanto eu gosto de ti" que nos deu a Lia, tu adoraste! Ris-te e ris-te à gargalhada, depois ficaste cansadinho e impaciente. Apagou-se a luz e apagaste tu :)
sinto-me: orgulhosa
publicado por Claudia Borralho às 13:12

link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito
|
Terça-feira, 23 de Outubro de 2007

creche, papa e sono

Chega da creche sempre muito cansado. Por lá aprendeu a dormir uma boa sesta depois do almoço, mas a seguir ao lanche já não dorme nadica por lá.
Se o for buscar por volta das 17h adormece no carro e às vezes dorme mais um bocadinho em casa, outras não. Se o for buscar um pouco mais tarde provavelmente já não dorme antes da papa.
O jantar / papa é por volta das 19h. Come muito bem se tiver dormido um bocadinho antes, é uma chatice dar-lhe a papa sem ter dormido.

Para comer bem a papa tento que durma depois de vir da creche, mas quando adormece já só por volta das 18h30 já é só para acordar no dia seguinte e eu acabo por acordá-lo para lhe dar o banho e o jantar. Come muito bem a papa (apesar de chegar a adormecer a comer a papa), mas acorda muito cedo de manhã.

Ontem não chegou a dormir e dei-lhe a papa um bocadinho antes das 19h. Banhoca dada pelo pai e estava a dormir às 19h30. Só acordou* hoje às 8h quando lhe fui abrir o estore para lhe dar o biberão e vesti-lo. Foi quase tão difícil dar-lhe a papa como dar-lhe sopa, mas pela primeira vez em muitos dias não acordou antes das 7h30 (para não dizer às 6h).

Chego à conclusão que o melhor mesmo é dar-lhe a papa antes, mesmo que para isso o tenha que manter acordado e rabujento e que coma pior a papa. Ainda por cima hoje voltei a ler a opinião de um pediatra de que acordar o bebé pode provocar atrasos no crescimento, no entanto o Brazelton aconselha acordar os bebés para se habituarem aos horários lá de casa, logo aos 2 meses. Afinal como ficamos? Já para não falar das teorias de não deixar os bebés dormir mais de 2h seguidas durante o dia para que não troquem os dias pelas noites. O melhor mesmo será seguir os nossos instintos, não?


*Dou-lhe mais um biberão por volta das 23h, mas ele nem chega a acordar.
publicado por Claudia Borralho às 11:59

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Quinta-feira, 20 de Setembro de 2007

O Gabriel e a papa

O puto estreou-se na papa há coisa de uma semana.
Começou por abrir a boca todo satisfeito e eu já a pensar "ena que bem que isto corre". Depois começa o berreiro, ora porque afinal tinha muita fome e aquilo demora a comer, ora porque afinal não tem muita fome e não lhe apetece, ora porque tem é sono e ele quer é dormir, ora a mãe ainda não sabe fazer papas e ora está muito líquida, ora tem grumos!
À terceira tentativa lá atinei com a grossura e os grumos desapareceram e comecei a fazer só com 60ml de leite (que primeiro importante é ele aprender a comer com a colher). Nem metade comia.
Chega o dia de almoçar na creche.
"Atão o gabriel comeu a papa?"
"Comeu muito bem, quase tudo!"
"Hummm e que dose fizeram?"
"Ahh fizemos com os 150ml de leite" (mãe e pai felizes e espantadissimos)
"e como é que fizeram?"
"às vezes, uma colher de papa e chucha logo a seguir" :)
Já aprendemos o truque!
Na creche continua a comer muito bem a papa, veremos este sábado como vai ser experimentar sopa ao almoço!
publicado por Claudia Borralho às 20:57

link do post | comentar | ver comentários (14) | favorito
|

.subscrever feeds

.o nosso bebé

Gabriel - 25 / 4 / 2007
Nasceu a 25 de Abril de 2007 às 40 semanas e 2 dias com 3450gr e 50cm com Apgar 10 logo ao 1º minuto! :D

.coisas da mãe

. Fiz eu!

. Ilha das Maçãs

.babies around us

Rafael - 06 / 04 / 2001
João Miguel - 09 / 07 / 2003
Marta & Beatriz - 13 / 04 / 2005
Bé (Beatriz) - 22 / 05 / 2005
Vasco - 21 / 08 / 2005
Gustavo - 18 / 11 / 2005
Matilde - 16 / 01 / 2006
André - 28 / 04 / 2006
João - 20 / 02 / 2007
Maria Leonor - 12 / 09 / 2007
Bernardo - 12 / 10 / 2007
Leonor - 2 / 12 / 2007
Rita - 6 / 12 / 2007

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

.pesquisar