Lilypie 1st Birthday Ticker
Segunda-feira, 31 de Dezembro de 2007

8 meses de Gabriel

Dás dois ou três gatinhanços e depois escorregas e arrastas-te a alta velocidade.
Vais para todo lado e já é costume ver uma cabecita a espreitar à porta da casa de banho quando estou a preparar a tua banhoca.
Os brinquedos favoritos são os copinhos de empilhar, o wiggly wiggly, a bola verde e o comando da chicco. Tu próprio vais buscá-los sozinho ao cesto dos brinquedos.
Estás viciadissimo na chucha. Quando ta mostramos atiras-te logo para a frente de boca aberta para a receber, mas preferimos dar-ta para a mão e dizer "põe tu!" e tu pões :)
Às vezes acordas de noite à procura da chucha, quando não a encontras sozinho vou dar contigo a chorar e de gatas na cama.

Comes as sopas todas bem desde que sejam doces e como tal já experimentaste batata doce e tudo :) e voltei a colocar-te umas colheres de papa na sopa ou na fruta porque estamos na engorda do peru!
É verdade bichinho fomos à pediatra e tu estás um verdadeiro peso leve, manténs os percentis de altura e perimetro cefálico mas o teu peso até já desapareceu da tabela. Por isso estamos em dieta de engorda e é papas para que vos quero. Até me disse para deixar de te dar iogurte e só dar papa, mas eu vou dar-te o iogurte com papa, até porque tu gostas muito dele.
Na creche é que já não comes iogurte e as ordens são para lanchares papa grossa!
Comida nova agora só aos 9 meses.

Adoras os gatos, mas eles fogem cada vez mais de ti :) São hiper cuidadosos contigo e quando vêm as tuas mãos a chegarem-se para os agarrar dão sempre uns três passos atrás para a distância de segurança.

Andas muito sabidão e pedes colo sempre que te apetece e a quem tu sabes que te dá colinho, ao pai estás sempre a pedir, à mãe é só quando tens soninho ;) e agora fazes uns sorrisos de parar o trânsito quando me vês entrar no berçário e vens logo a arrastar-te na minha direcção a alta velocidade!

Gostas muito da escolinha, um dos dias que estivemos de férias passamos por lá e tu adoraste ver as auxiliares todas e a tua educadora e apesar de teres estado uns quantos dias em casa não és como os outros meninos que choram o dia todo, tu estás feliz da vida na escolinha :)

publicado por Claudia Borralho às 14:40

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sexta-feira, 28 de Dezembro de 2007

o teu primeiro natal

O teu primeiro natal foi assim extremamente cansativo para a mãe. Toda a gente quer estar contigo e tu disparas o olhinho cada vez que percebes que há visitas, o resultado é a mãe não dormir de noite.
Ora tudo começou no dia 21. Fomos jantar com as amigas da mãe e tu conheceste viste de longe a Leonor enquanto rastejavas cheio de satisfação pelo chão da sala da Lia. Como é suposto adormeceres por volta das 19h e nós acordamos-te para a farra às 20h, a noite acabou por ser de agitação contigo a acordar a noite toda de 30m em 30m.
Fantástico!
Dia 22, vieram visitar-nos a tua madrinha, o André (que cheio de ciúmes ainda te assustou porque não parava de te chamar "mau"), a Marta (que adora abrir presentes mas não gosta de malinhas), a Beatriz (que pede ao pai para abrir a prenda por ela e fica com a mala dela e a da irmã) e o resto da trupe toda. Tu adormeceste mesmo antes de eles chegarem, mas depois acordaste e já que haviam visitas em casa, dormir para quê?
A noite foi depois ainda mais divertida e acordaste de 20m em 20m.
Dia 23 não houve visitas e não saimos de casa, adormeceste à hora do costume e só acordaste duas ou três vezes.
Ora que chegamos a dia 24. A tua avó P chegou cá a casa quando faltavam uns 10m para dormires a sesta... ora lá deixamos a avó a brincar contigo e esticamos a hora de dormir mais 40m. Estavas cansado mas querias ter continuado a brincadeira, como tal levaste que tempos para adormecer.
Acabas de adormecer e chega a avó M. Tu acordas meia hora depois e vês-te rodeado de avós e avô :)
A janta foi uma desgraça, com tanta gente de roda de ti tu só choravas e gritavas. Pior ainda quando uma avó ainda se põe com ideias de ir buscar um brinquedo....
Farta de tanta choradeira a mãe aparece e tu ainda comes umas quatro colheres sem chorar da sopa que as avós juravam que tu não gostavas, apesar de ser a tua preferida (abóbora, cenoura, batata, cebola, salsa e agrião).
A avó M segue então para te dar banhoca sob o olhar atento da avó P. Depois veste-te o pijama e tenta adormecer-te.
Uma hora mais tarde vou lá eu substituir a avó... tu continuavas sem querer dormir.
Mais uns miminhos a ver se acalmavas a pestana e passou-me pela ideia fazer-te aerossois já que estavas mesmo a adormecer e cheio de farfalheira.
Foi um grande erro, assim que se houve o clique de ligar o aparelhometro tu abres o olho e desatas a chorar outra vez. Entre pessoas a passar pelo corredor, telefones e campainhas a tocar lá foste adormecendo. 10m depois acordavas aos berros outra vez. A mãe corre a fazer um biberão cheio de papa, comes tudo e lá adormeces a seguir.
Só te ouvimos chorar já depois de abrirmos as prendas todas. O pai foi lá pôr-te a chucha e tu ficaste.
Lá pras 2h voltaste a acordar e depois às 4h e já não querias dormir nem que a mãe saisse de ao pé de ti... adormeceste lá pras 5h30. Acordaste às 6h30 e às 7h. Eu estava de rastos. Tu feliz da vida abriste a prenda da mãe e gostaste muito (uma bola de borracha verde com picos).
Dia 25 lá fomos ao almoço na terrinha, para lá dormiste o caminho todo. Sentadinho à mesa até estiveste bem, cansadito mas sem rabujar. A viagem de regresso é que foi muito atribulada. Acordaste e tinhas fome. A mãe tentou que comesses uma papinha de fruta com bolacha, mas tu não querias nada com aquela papinha fria. Vieste meio a dormir, meio acordado a chorar o resto do caminho.
Chegados a casa papaste logo um biberão quentinho, mas depois do banho não querias dormir (oh que surpresa!). Depois de finalmente adormeceres perdi a conta às vezes que me levantei.
Dia 26 já te fui pôr à creche e andei a limpar a casa da jantarada de 24. Á noite tinhamos ainda o jantar de aniversário da avó P. Já esperava o pior, mas bendita escolinha que te cansou, adormeceste bem tarde, mas já só acordaste de manhã.
Dia 27 foste para a creche e já não houve festas nem visitas, adormeceste à hora do costume e já só acordaste uma vez à procura da chucha já passava das 6h.

UFA! (dia 27 estava ainda tão cansada que até dormi uma sesta a meio da tarde!)

Notinha: o puto acorda de noite e vira-se de gatas à procura da chucha, quando não a encontra chora...
publicado por Claudia Borralho às 14:27

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2007

A tua primeira festa de natal

Tenho uma confissão a fazer. Nunca me custou deixar o bebé na creche, nem me custa deixá-lo com uma avó ou com o pai enquanto vou fazer umas compras, ou assim.
Mas custa-me horrores não saber exactamente onde ele está.
Ou seja, eu tenho sempre de saber onde ele está. Saber que está ali e eu o posso lá ir buscar.
Já aconteceu o pai ir passear com o bebé e passado uma hora eu ligo a pedir que venham para casa. Não aguento muito tempo sem saber exactamente onde está.

Ora, à parte a questão de ovinhos e cadeirinhas, no dia da festa eu não sabia onde ele estava. Não sabia se ainda estava na creche, não sabia se vinha a caminho do teatro, não sabia se já estava no teatro. Não sabia onde no teatro ele estava.
Estive a remoer-me até aquilo começar de uma vez. E ainda por cima, começou atrasado.

Por fim lá abriram a cortina e eu procurei por ele. Pânico momentâneo outra vez. Não o encontrava!

Mas ele lá estava. Tinham-lhe pespegado com uma porra de um laçarote gigante na cabeça (os outros miúdos também tinham) mas o dele, não fosse ele a peste que é, estava já todo caído para a frente a tapar-lhe a cara.
Estava num berreiro claro. Foi lá alguém pôr-lhe o laçarote como deve ser, ele como linda peste que é arrancou aquilo tudo! :D E fizeste muito bem filhote!

Enfim... o meu sempre em berreiro, só parou quando mo entregaram (é a hora de dormir dele, estavam à espera do quê?), mas outros bebés muito animados, até dançaram :)

Depois fomos num corridinho para casa, adormeceste e já só acordaste para comer lá pras 22h*.


*Agora é assim, está tão cansado depois da creche que adormece ainda no caminho para casa e assim se mantém até a fome apertar e ele acordar. O que faz com que muitas vezes não jante a sopa nem tome banho. Mas, sinceramente, eu quero é que ele durma.
publicado por Claudia Borralho às 15:13

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

últimos dias

Tem havido tanto para contar que é mesmo uma pena não ter tempo para deixar aqui todas as novidades.
Esteve doentito com os vomitados que andam por aí a correr. Passou-lhe rápido, mas durante umas horas não era o meu filhote, só queria dormir, nem queria brincar.
Passamos uns dias muito maus com o regresso do berreiro e choradeira para dormir. Com paciência lá voltamos a entrar nos eixos, mas já está doentito outra vez (tosse, muita tosse, ranhoca e expectoração) voltou o mimo e o berreiro para dormir. Ainda por cima farta-se de acordar com a porcaria da tosse.
Anda animadissimo e frustradissimo com as suas tentativas de gatinhar ;) Agora coloca-se de gatas e fica ali a abanar-se para a frente e para trás a ver se avança. Está quase, quase!
Neste fim de semana também começou finalmente a diversificar os sons do palranço :) Eu que meses a fio sempre ouvi os mesmos sons agora parece coisa vinda do nada :)
publicado por Claudia Borralho às 15:08

link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 27 de Novembro de 2007

7 meses de Gabriel

Como sempre estás lindo :)
No último mês já provaste alho francês, abóbora, coentros, feijão verde, agrião, nabo, banana, papa de arroz, arroz e papas com gluten. Nos últimos dias provaste bolacha maria (continuas a não saber o que fazer com ela), iogurte natural e couve flor. E já comes sopa e fruta ao jantar em vez de papa.
Detestas alface e feijão verde (nem disfarçado com alho francês, coentros e uma colher de papa te convenço) e também não achaste muita piada à couve flor. Gostas muito de banana, de qualquer papa e de iogurte com bolacha. Também já provaste todas as carnes, borrego, frango, peru e vitela, comes todas, só torces um bocadinho o nariz ao frango (mas acho que é por ter sido cozinhado com a alface).
Comes e engoles muito bem sozinho, mas de vez em quando fartas-te de estar a comer e mãe usa a chucha para abrires a boca. Quando estás cheio pura e simplesmente deixas de engolir. Já consegui que comesses uma papa inteirinha sem chucha e na creche dizem-me que comes sempre a sopa sem chucha :)

Quando estás com fome és muito engraçado. Sempre ouvi dizer que os bebés com fome acalmavam ao ver os pais a preparar a comida, seja o biberão ou a papa, etc. Tu és exactamente ao contrário.
Estás muito bem e começas a ver-me preparar a papa ou pegar na sopa ou chocalhar o biberão. Parece que te apercebes nesse momento que tens fome e começa uma impaciência gritada que só visto, como que a dizeres: é isso pá! tenho fome! dá-me cá isso já que eu quero comer!!!



Continuas a dormir muito bem, mais ou menos das 19h30 às 7h00, mas nos últimos dias é às vezes difícil adormeceres. Tu que já adormecias sempre sozinho agarrado à fraldinha, agora precisas de agarrar o braço da mãe, de ouvir uma musiquinha e às vezes de um colinho. Pareces ter mesmo medo de te deixarem sozinho e agarras-me com uma fúria e violência impressionante. Tenho aqui uns arranhões na mão a provar isso!
Depois de acordar brincas cerca de uma hora e depois dormes uma sesta prai de uma hora também. A partir daqui o teu dia tem ciclos de 2 horas :) Brincas duas horas e depois tens de dormir, chato chato é teres fome e sono ao mesmo tempo, e o pior é que isso acontece quase sempre ao almoço e ao jantar!

Adoras o banho. Podes estar a resmungar de sono, podes até estar já meio a dormir na cadeira de comer, mas para o banho estás sempre bem disposto. Agarras o boneco e já não o largas e chapinhas ;) E nem te chateias muito que te despeje água pela cabeça, qualquer dia até já tomas duche!
Quando acaba o banho lá volta a resmunguice.



Já te locomoves sentado aos pulinhos e às vezes a rastejar. Nesta área o teu desenvolvimento é estrondoso, todos os dias há novidades. Se no passado fim de semana te atiravas de cabeça e lá batias com a tola no chão, ontem já te colocavas quase de gatas e não caias. Para alcançar os brinquedos já começas a colocar os joelhos na posição de gatinhanço e tudo. Está mesmo para breve começares a gatinhar.

Continuas a gostar muito de brincar ao cucu. Se te tapo a ti, tu tiras rapidamente a fralda e olhas para mim a rir, como que a dizer: atao o cucu? Se tapar eu a cara tu vais logo tentar tirar a fralda :)
Gostas de tudo o que é brinquedo e queres agarrá-los todos. Um para cada mão e quantos mais melhor. Brincas até com os botões e fechos da roupa da mãe sempre que vais no sling.



De vez em quando estás um bocadinho mais irritado. Babas mais do que nunca e estás sempre a roçar com tudo nas gengivas. E andas com o rabito mais assado. Mas dentinhos ainda nada de aparecerem.


ps. A mãe anda tão triste de não ter tempo para estar contigo. Mesmo com a tal "benesse" das duas horas de aleitamento tem que se levantar a correr de manhã para te levar à creche e depois quando te vai buscar tu estás tão cansadinho que só queres comer, banho e dormir de seguida. :(
Mas hoje pedi para trabalhar em casa e estivemos a brincar de manhã, foi tão bom não foi bebé? Foste um bocadinho mais tarde para a creche e também te vou buscar mais cedo :)
É uma sorte gigante a mãe ter a sorte de a deixarem fazer isto de vez em quando!

publicado por Claudia Borralho às 13:43

link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Sexta-feira, 23 de Novembro de 2007

a fada dos dentes

Anda a pairar lá por casa.

Já não chegavam os 4 a 5 babetes encharcados de baba por dia (quando costumavam ser 1 ou 2), os bonecos roçados violentamente contra as gengivas e mais rabujice que o habitual.
Agora deu-lhe para chorar desalmadamente para adormecer à noite.

Ontem estive cerca de 1h30 com ele aos gritos e a chorar, completamente cheio de sono, mas sem nunca adormecer. Acalmava um bocadinho ao colo, mas depois dava-lhe um repente e ainda ao colo desatava num pranto que só visto.

Às tantas desisti, fui-lhe aspirar o nariz, medi-lhe a temperatura (nada de febre) e espetei-lhe com um benuron no rabo (que eu sei lá se isto não são os dentes e o miúdo tá cheio de dores.
Ficou acordadissimo. Como tal sentei-o no chão para brincar a ver se se cansava (ao menos a gritaria de choro tinha acabado).

Quando já estava irritado lá voltei a tentar deitá-lo para dormir (já eram umas 21h e ele costuma adormecer às 19h), o pai finalmente chegou a casa e adormeceu-o em três tempos com um boneco de música.

Só vos digo, espero bem que seja dos dentes e que cheguem depressinha, não sei se aguento muito tempo a gritaria. Meu rico menino!
publicado por Claudia Borralho às 09:55

link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Segunda-feira, 12 de Novembro de 2007

A sério que não entendo como é que ele faz isto!

sinto-me: puzzled
publicado por Claudia Borralho às 10:02

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Segunda-feira, 29 de Outubro de 2007

6 meses de gabriel

É inacreditável como já passaram 6 meses. Meio ano, pá!

São tantas coisas para registar que nem sei bem por onde começar. Começamos pelos números então.
Medes agora 66cm e já pesas 6,700Kg. Como diz a pediatra, da forma como te mexes vais sempre ser um bebé magrinho.
Todos os dias os comentários que vêm da creche são que te mexes muito, nem para trocar a fralda estás sossegado. Num segundo já te viraste de barriga, tens tanta força que a puxar pelo boneco da música quase te levantas. E é quase impossível tirar-te uma foto que não esteja tremida ou desfocada.

Cada vez detestas mais a sopa... é um martírio ao fim de semana. A mãe tem sempre uma sopa nova e tu não gostas nada. Choras, berras, cerras a boca, e a mãe idem ;) Este mês vais experimentar ainda mais coisas novas, abóbora, agrião, alho francês, feijão verde, frango, peru, vitela e papas com gluten. Nem quero imaginar quando chegarmos aos 7 meses e tu passares a comer duas sopas por dia.

Este fim de semana trocamos a cenoura pela abóbora e o borrego pelo frango, manteve-se a alface, a batata e a cebola. Foi um berreiro descomunal, sopa por todo lado. Sopa no chão (o gato vai lá e lambe), sopa no gabriel, sopa na mãe, sopa no pai, sopa na cadeira e sopa no cortinado!
Com a mudança da hora então foi ainda pior, a mãe a tentar convencer-te a abrir a boca quando tu só querias dormir.

A papa continuas a gostar muito, até já lhe misturei a tua fruta e tu gostaste na mesma. À tarde vens tão cansado da creche que chegas a adormecer enquanto comes a papa. Completamente KO.

Depois do jantar, tomas banho. Agora já tomas banho sempre sentado e com os teus brinquedos :) De vez em quando estás prai virado e chapinhas aquilo tudo, o que vale é que a mãe é inteligente e dá-te o banho posicionada atrás de ti... porque senão precisava dum impermeável.

Depois da banhoca ficas logo muito impaciente, tem de ser vestir e pôr cremes em contra-relógio. A mãe deita-te e tu adormeces em três tempos. Já dormes no teu quarto e adormeces quase sempre sózinho. Dormes a noite toda, toda, toda até ao dia seguinte - 12h de seguida.

Nunca te apetece o leite a meio da noite, nem o do pequeno-almoço. É uma chatice puto, porque tu precisas beber o leite! Às vezes lá vai enganado ou com a ajuda da papa e bebe uma quantidadezita considerável, mas geralmente fica-se no máximo pelos 70ml.
O leite do lanche bebes muito bem na creche, passamos agora para os 240ml, mas em casa ficas geralmente pelos 170ml.

Tentas agarrar tudo o que passa no teu raio de alcance e visão. Estendes os braços e agarras. E já te sentas :) Ainda tombas sempre que te distrais com qualquer coisa para agarrar, mas de cada vez aguentas mais tempo. Claro que ficar sentado é um bocadinho incompatível com o teu nível de irrequieto ;)

Continuas hiper simpático. Toda a gente se ri para ti e derrete à tua volta. Ris-te para toda a gente :) As gargalhadas é que não são fáceis, és simpático mas um público exigente, mas com muita maluquice a mãe lá vai tendo a sua dose diária de gargalhadas.

A maior sessão de gargalhadas foi totalmente inesperada, aproveitei ainda estares calminho para te ler um livro e mostrar-te os desenhos ao deitar. Foi o "Adivinha quanto eu gosto de ti" que nos deu a Lia, tu adoraste! Ris-te e ris-te à gargalhada, depois ficaste cansadinho e impaciente. Apagou-se a luz e apagaste tu :)
sinto-me: orgulhosa
publicado por Claudia Borralho às 13:12

link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito
|
Terça-feira, 23 de Outubro de 2007

creche, papa e sono

Chega da creche sempre muito cansado. Por lá aprendeu a dormir uma boa sesta depois do almoço, mas a seguir ao lanche já não dorme nadica por lá.
Se o for buscar por volta das 17h adormece no carro e às vezes dorme mais um bocadinho em casa, outras não. Se o for buscar um pouco mais tarde provavelmente já não dorme antes da papa.
O jantar / papa é por volta das 19h. Come muito bem se tiver dormido um bocadinho antes, é uma chatice dar-lhe a papa sem ter dormido.

Para comer bem a papa tento que durma depois de vir da creche, mas quando adormece já só por volta das 18h30 já é só para acordar no dia seguinte e eu acabo por acordá-lo para lhe dar o banho e o jantar. Come muito bem a papa (apesar de chegar a adormecer a comer a papa), mas acorda muito cedo de manhã.

Ontem não chegou a dormir e dei-lhe a papa um bocadinho antes das 19h. Banhoca dada pelo pai e estava a dormir às 19h30. Só acordou* hoje às 8h quando lhe fui abrir o estore para lhe dar o biberão e vesti-lo. Foi quase tão difícil dar-lhe a papa como dar-lhe sopa, mas pela primeira vez em muitos dias não acordou antes das 7h30 (para não dizer às 6h).

Chego à conclusão que o melhor mesmo é dar-lhe a papa antes, mesmo que para isso o tenha que manter acordado e rabujento e que coma pior a papa. Ainda por cima hoje voltei a ler a opinião de um pediatra de que acordar o bebé pode provocar atrasos no crescimento, no entanto o Brazelton aconselha acordar os bebés para se habituarem aos horários lá de casa, logo aos 2 meses. Afinal como ficamos? Já para não falar das teorias de não deixar os bebés dormir mais de 2h seguidas durante o dia para que não troquem os dias pelas noites. O melhor mesmo será seguir os nossos instintos, não?


*Dou-lhe mais um biberão por volta das 23h, mas ele nem chega a acordar.
publicado por Claudia Borralho às 11:59

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Terça-feira, 28 de Agosto de 2007

4 meses

P1000359

É um bebé que exige muita atenção, são raros os momentos em que se contenta a brincar sózinho. Gosta de estar no meio da actividade, é capaz de ficar satisfeito se estiver sentado na espreguiçadeira na cozinha, enquanto preparamos o jantar. Mas é preciso ir-lhe dando risota de vez em quando :)
Evoluiu imenso nas últimas semanas, o que mais quer agora é rastejar. Se o deito, vira-se logo de barriga e começa a levantar o rabo, e se antes só fincava os joelhos agora já o vi fincar os pés também.
Cada vez mais só quer estar de pé, sacanita do puto, ainda não se sabe sentar e só quer estar de pé!
Começa a ser um perigo iminente trocar-lhe a fralda ou vesti-lo depois do banho, lá está ele a virar-se todo para a esquerda e não há forma de se manter quieto. Estica-se todo para a esquerda para agarrar o que quer que veja, o resguardo do trocador, torneiras, roupa, caixa de fraldas, etc ele quer alcançar e agarrar.
Gosta muito de cantoria, quando cantamos ele pára e ouve, e ri-se, ri-se muito!
Para dormir de dia é a mesma dificuldade de sempre, a diferença é que já me conformei para o facto de dormir pouco e organizo as coisas em função disso.

P1000361

Agora que bebe suplemento à noite começou a dormir mais ainda de noite, a hora da primeira mamada passou das 6h/7h para as 7h/8h e até já tem acordado depois das 9h.
A seguir a esta mamada continua a brincar um bocadinho e depois dormir uma soneca de mais 2h/3h.
Para adormecer não há nada como o colinho da mãe para acalmar os estímulos e preparar para adormecer.

[Foste hoje levar as vacinas e ficaste muito sentido. Berraste como ainda nunca tinhas berrado depois de umas vacinas. Em casa estavas tão irritado que precisaste mamar para te acalmar e mesmo assim só adormeceste enrolado numa mantinha, estás a dormir há quase uma hora e ainda não acordaste. Ainda nunca fizeste reacção a nenhuma vacina, espero bem que esta não seja a primeira.]

P1000386
publicado por Claudia Borralho às 18:23

link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
|

.subscrever feeds

.o nosso bebé

Gabriel - 25 / 4 / 2007
Nasceu a 25 de Abril de 2007 às 40 semanas e 2 dias com 3450gr e 50cm com Apgar 10 logo ao 1º minuto! :D

.coisas da mãe

. Fiz eu!

. Ilha das Maçãs

.babies around us

Rafael - 06 / 04 / 2001
João Miguel - 09 / 07 / 2003
Marta & Beatriz - 13 / 04 / 2005
Bé (Beatriz) - 22 / 05 / 2005
Vasco - 21 / 08 / 2005
Gustavo - 18 / 11 / 2005
Matilde - 16 / 01 / 2006
André - 28 / 04 / 2006
João - 20 / 02 / 2007
Maria Leonor - 12 / 09 / 2007
Bernardo - 12 / 10 / 2007
Leonor - 2 / 12 / 2007
Rita - 6 / 12 / 2007

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

.pesquisar